fbpx
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR

Obrigado

Enviado com sucesso. O seu ebook vai a caminho

6ª Semana de Gravidez

O enjoo na gravidez vai começar a acompanhar o teu dia-a-dia e esse não é o único dos sintomas. Mas a tua pipoca já tem um coração que bate muito rápido por ti, e até já tem cérebro! Quanto a ti… bebe água!

Luciana Puzziello
Validado por:

Luciana Puzziello Ginecologista-Obstetra

Catarina Martins
Escrito por:

Catarina Martins Colaboradora da Dra. Cegonha

Carolina Mateus
Escrito por:

Carolina Mateus Colaboradora da Dra. Cegonha

O meu bebé

  • Idade de gestação 6 semanas

  • Idade Fetal 4 Semanas

  • Comprimento do embrião 6 a 8 mm (medida da cabeça
    até ao fundo das costas)

  • Gestação 42 dias

  • Peso do embrião 1g (aproximadamente)

  • Tamanho Grão de milho

A tua pipoquinha está a crescer a alta velocidade e o coração dela (ou dele) já bate a um ritmo que pode chegar aos 160 batimentos por minuto! Além do coração, às 6 semanas de gravidez o teu bebé também já tem cérebro. E ainda, nesta 6ª semana de gestação, a cara dele começa a ganhar forma: desenvolvem-se os maxilares, o queixo e as bochechas que não te vais cansar de apertar. Se pudesses espreitar para dentro da tua barriga e vê-lo com clareza, verias uma bolinha com pintas no lugar dos olhos e do nariz!

Saúde e nutrição

Vai buscar um copo com água e bebe metade. Uma grande parte das alterações que o teu corpo viverá durante a gravidez, poderão ser reversíveis, não só porque a tua pipoca vai saltar cá para fora, mas também porque vais cuidar bem de ti. Bebe mais um bocado de água. Entendeste, não é?

Beber muita água ao longo do dia é super importante para qualquer ser humano e é muito mais quando vocês são dois.

E, como a hidratação também deve ser mantida por fora, hidrata muito bem a tua peleEstriasCom estes cuidados, pode ser que não sobre uma para contar a história da tua gravidez. Vamos, acaba esse copo de água!

Tens comido peixinho? Se sim, vamos lá escolhê-lo bem. Ignora os peixes-espada e as cavalas, mesmo que sejam os teus favoritos. Nesta altura, atum e salmão são reis e um bacalhau por semana também te vai fazer bem (mas cuidado, nem todas as 1001 formas de cozinhar bacalhau são saudáveis)!

O meu corpo

A correr a toda a hora para a casa de banho? Muito típico da semana sexta 6 de gravidez. Por causa da tal hormona da gravidez (HCG), tens mais circulação sanguínea na zona pélvica. Além disso, os teus rins estão super empenhados em eliminar todo o lixo do teu corpo, aumentando assim a vontade de urinar! Se sentires alguma tensão mamária e desconfiares que tanto os seios como os mamilos estão mais crescidos, “a culpa” é da mesma hormona.

Mesmo havendo uma razão para tantas idas à casa de banho, se sentires ardor ao urinar, consulta imediatamente um médico. O facto de estares mais sensível torna-te mais propensa a contrair infecções urinárias e não queremos isso!

Os enjoos também poderão começar a querer acompanhar-te no dia-a-dia. Além de todas as mudanças que o teu corpo está a experimentar, não te esqueças que o teu sistema nervoso também está a mil, nem que seja por ainda não teres contado a toda a gente que esperas um mini-tu. Por isso, se o sono insistir em tomar conta de ti – porque é capaz de insistir muitas vezes -, tenta aceder e descansa o máximo que puderes.

O meu dia-a-dia

Se tens parceiro, ele ou ela já está a par da grande novidade? Se ainda não, arranja uma forma criativa de lhe contar o vosso segredo!

Já às amigas, à família e no trabalho, aconselhamos-te a não o fazer já. Sabemos que é difícil esconder uma novidade deste tamanho que, apesar na semana seis de gravidez ainda ser muito pequenina, é a maior mudança da tua vida! O primeiro trimestre da gravidez é o mais delicado e, por essa razão, o mais aconselhável é que esperes pela chegada do segundo trimestre e pela confirmação de estares a gerar um bebé saudável.

Essa confirmação ser-te-á dada durante a tua consulta de pré-natal, que esperamos que já esteja marcada. Se ainda não está, fá-lo agora ou põe na tua agenda para amanhã. Esta consulta é crucial para vigiares a tua saúde, a do teu bebé e para tirares todas as dúvidas pelo processo mais bonito da vida de uma mulher. Assim, nesta consulta, ao principal é:

  • Avaliar o estado geral de saúde: além de análises ao sangue e à urina, verificação de vacinas, formas de controlar alguma condição de saúde que tenhas, lembra-te também de investigar o histórico genético da tua família e o grupo sanguíneo;
  • Alimentação, suplementação e exercício: aproveita para tirar dúvidas sobre a tua dieta, pedir aconselhamento sobre suplementação e perceber que tipo de exercício deverás praticar durante estes primeiros meses.
  • Planeamento e acompanhamento da gravidez: em que dia vai nascer, mesmo? Quando será a próxima consulta? E o boletim de saúde da grávida? São questões que vão surgir na consulta e às quais o teu médico te dará resposta.

Se já contaste a novidade ao teu parceiro, aproveita estes meses mais calmos para conversar sobre os vossos papéis depois do nascimento do bebé. Calendário de mudança fraldas, quem é que dorme no primeiro turno… Brincadeira! Mas sim, existem muitos pequenos pormenores do processo de gravidez e dos primeiros meses do bebé que poderão ser decididos agora e não quando o processo estiver mais avançado. Partilha as tuas emoções com ele ou com ela e lembra-te que esta mudança é para ser vivida pelos dois, até para que se torne mais fácil para ti!

A COMPLEXIDADE INICIAL DO DESENVOLVIMENTO HUMANO

Lembras-te de falarmos que este primeiro trimestre de gestação é o mais sensível? A Natureza também tem das suas e gerar um bebé é um processo muito complexo. 8 em cada 10 abortos espontâneos dão-se neste primeiro trimestre. Não que isso faça do aborto uma experiência mais fácil, há também que ter em conta que são muitas as mulheres que passam por isso e algumas delas têm bebés plenamente saudáveis no mesmo ano! 

Marca a consulta, fala com o teu médico, cuida de ti e partilha-te com o teu “companheiro de equipa”, porque a Natureza, só a Natureza controla! 

E para desanuviar, deixamos-te uma ideia: sendo que as tuas maminhas vão crescer e estão mais sensíveis, se calhar tens de ir procurar soutiens mais confortáveis e adaptados para grávidas. Leva o teu amor contigo para te ajudar a escolher! Além de se sentir incluído/a, poderá ajudar-te… E ser o início de uma noite engraçada!

(E agora bebe mais um copo de água.)
Luciana Puzziello
Validado por:

Luciana Puzziello Ginecologista-Obstetra

Catarina Martins
Escrito por:

Catarina Martins Colaboradora da Dra. Cegonha

Carolina Mateus
Escrito por:

Carolina Mateus Colaboradora da Dra. Cegonha

Partilhar