fbpx
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR

Obrigado

Enviado com sucesso. O seu ebook vai a caminho

5ª Semana de Gravidez

Às 5 semanas os sintomas de gravidez são cada vez mais claros. Dores no fundo da barriga ou enjoos vão ser mais frequentes. Começa agora a fase mais crítica do desenvolvimento saudável da tua pequena semente de melancia, que já tem coração (não é adorável?). Vamos ainda falar da toxoplasmose.

Luciana Puzziello
Validado por:

Luciana Puzziello Ginecologista-Obstetra

Catarina Martins
Escrito por:

Catarina Martins Colaboradora da Dra. Cegonha

Carolina Mateus
Escrito por:

Carolina Mateus Colaboradora da Dra. Cegonha

O meu bebé

  • Idade de gestação 5 semanas

  • Idade Fetal 3 Semanas

  • Comprimento do embrião 3 mm (medida da cabeça
    até ao fundo das costas)

  • Gestação 35 dias

  • Peso do embrião Menos de 1g (aproximadamente)

  • Tamanho Semente de Melancia

A 5ª semana de gravidez marca o início do segundo mês de gestação. Pelo pequeno tamanho do teu bebé, ninguém diria que muitos dos seus órgãos e estruturas essenciais começam a desenvolver-se; afinal, ele/ela ainda não é maior do que uma semente e ainda nem se parece com um ser humano. Mas muito acontece no teu corpo durante a 5ª semana de gestação e, até à décima, o teu bebé vai passar pela fase mais crítica para o seu desenvolvimento saudável. Lembra-te de lhe dar todo o teu apoio, mantendo os hábitos saudáveis de que te falámos nas semanas anteriores, aqueles que vais ler daqui a alguns parágrafos e aqueles que iremos partilhar nas 35 semanas que faltam.

Nesta altura, o pequenino embrião parece-se com um girino: tem apenas a cabeça e uma cauda. Entre os dois, tem o tubo neural, que irá tornar-se no seu cérebro e coluna vertebral. Para além disso, o coração do bebé já existe e é constituído por dois pequenos canais – os tubos cardíacos – que mais tarde se irão fundir e permitir que o coração funcione a 100%. O que não significa que estes tubos não estejam já a trabalhar a todo o gás: no final desta semana, as células cardíacas começam a bater e já poderá ser possível veres o batimento cardíaco do bebé na ecografia.

E não é só! Os rins, fígado e intestinos também começam a desenvolver-se nesta semana. O teu bebé está a ter uma semana muito ocupada a dar os primeiros passos para se tornar um ser humano!

Saúde e nutrição

Come refeições leves e frequentes para tentar combater os enjoos. Quando o teu estômago está vazio piora as náuseas e comer seis refeições em vez das três ou quatro, ajuda a garantir que tens sempre lá qualquer coisa. Adicionalmente, manter este hábito vai também aliviar um problema de que ainda não sofres, mas que poderá vir a aparecer em semanas futuras: a azia.

Diz adeus aos ovos, ao sushi e à carne mal passada. Apanhar uma intoxicação alimentar é sempre chato, mas agora tens de ter cuidado extra, porque pode também acabar por afectar o teu pequeno ou pequena.

O meu corpo

Os sintomas de gravidez, aqueles de que todas já ouvimos falar (e outros que nem por isso), vão ser cada vez mais evidentes e nesta altura podes começar a sentir que eles estão a dominar a tua vida. Se tens um parceiro ou parceira a acompanhar-te nesta bonita jornada, mantém-no/na a par daquilo por que estás a passar, a comunicação é uma parte muito importante desta vossa experiência e nada como falares com ele/ela para que possa fazer os possíveis para te aliviar de algumas das pequenas “chatices” do início da tua gravidez.

Nesta altura, o teu corpo ainda está a habituar-se a tudo o que está a acontecer, as hormonas da gravidez estão em altas e os sintomas não são propriamente agradáveis:

  • Peito dorido: a hormona beta HCG – hormona da gravidez – continua a fazer das suas. Aposta em bons soutiens para conseguires algum conforto!
  • Enjoos matinais… e durante o resto do dia, na verdade. Mas nem tudo é mau: no segundo trimestre estes enjoos diminuem muito (para algumas mulheres, até desaparecem). Mantém-te forte!
  • Dores na zona abdominal. Em princípio, isto será sinal de que a tua sementezinha está a alojar-se na tua parede uterina ou de que o teu útero está a esticar os seus ligamentos. Mas se as dores no fundo da barriga forem muito intensas, liga ao teu médico.
  • Mudanças de humor e ansiedade. Fala com o teu parceiro, com as tuas amigas, com o teu médico, com um familiar… deita as emoções cá para fora!

Como já te dissemos em semanas anteriores, o primeiro trimestre é considerado o mais difícil da gravidez, mas não vale desanimar. Pensa antes desta maneira: assim que o terceiro mês acabar, é sempre a melhorar!

O meu dia-a-dia

Se ainda não está marcada, esta é a altura ideal para marcares a tua primeira consulta pré-natal. Dúvidas não devem faltar na tua cabeça, nem na do teu parceiro, e ninguém como um profissional para vos ajudar.

Tens um gatinho? Óptimo, de certeza que o teu bebé vai adorar ter uma companhia felpuda e, se cresceste com um animal, sabes que é uma amizade como nenhuma outra. Por agora, a tua sementezinha e o teu gato têm de manter alguma distância, o que significa que tu e o cão ou gato também têm de manter essa distância, nomeadamente na altura de limpar a caixa de areia.

Isto porque as fezes dos gatos podem transmitir uma doença chamada de toxoplasmose, que pode causar malformações no embrião, um parto prematuro ou até um aborto espontâneo. Se o bebé nascer com toxoplasmose congénita, pode sofrer de inúmeros problemas de saúde: inflamação do coração, pneumonia, convulsões e atraso mental são apenas alguns. O abandono animal não é uma opção, por isso, durante os próximos 8 meses, limpar a caixa da areia é tarefa do teu parceiro/a ou da tua melhor amiga. Sem excepções!

A cada trimestre vais fazer um teste para saber se és ou não imune à toxoplasmose, por isso será algo sempre acompanhado pelo teu médico ou médica, mas não deixes de prestar atenção aos principais sintomas: febre, alguma fadiga e irritação cutânea.

Estas são as semanas de gestação mais críticas da gravidez, tanto para ti como para o teu bebé, e assim o será enquanto o teu pequenino ou pequenina estiver ocupado a desenvolver os seus sistemas e órgãos básicos.
Luciana Puzziello
Validado por:

Luciana Puzziello Ginecologista-Obstetra

Catarina Martins
Escrito por:

Catarina Martins Colaboradora da Dra. Cegonha

Carolina Mateus
Escrito por:

Carolina Mateus Colaboradora da Dra. Cegonha

Partilhar