fbpx
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR

Obrigado

Enviado com sucesso. O seu ebook vai a caminho

4ª Semana de Gravidez

O embrião é, à quarta semana de gravidez, uma bolinha de 32 células! Enquanto o saco de líquido amniótico se está a formar à sua volta, a tua bolinha está a desenvolver as suas bases. Alguns sintomas são dores na barriga, corrimento, barriga inchada.

Luciana Puzziello
Validado por:

Luciana Puzziello Ginecologista-Obstetra

Catarina Martins
Escrito por:

Catarina Martins Colaboradora da Dra. Cegonha

Carolina Mateus
Escrito por:

Carolina Mateus Colaboradora da Dra. Cegonha

O meu bebé

  • Idade de gestação 4 semanas

  • Idade Fetal 2 Semanas

  • Comprimento do embrião 0.5 a 2 mm (medida da cabeça
    até ao fundo das costas)

  • Gestação 28 dias

  • Peso do embrião 0g (aproximadamente)

  • Tamanho Semente de Papoila

Mais do que um ovo fertilizado, o embrião é, à quarta semana de gestação, uma bolinha de 32 células! Enquanto o saco de líquido amniótico se está a formar à sua volta, a tua bolinha está a desenvolver as suas bases. Essas células basilares do desenvolvimento embrionário dividem-se em três camadas:

  • endoderme: daqui desenvolver-se-á o sistema digestivo, o fígado e os pulmões do teu bebé;
  • mesoderme: a partir da qual se desenvolverão os ossos, o coração, os orgãos sexuais, os rins e os músculos;
  • ectoderme: que dará origem ao sistema nervoso, cabelo, pele e os seus lindos olhos.

E que tal divertirmo-nos a prever o dia – ou a quinzena – em que o teu bebé vai nascer? Esta estimativa pode variar um bocadinho dependendo do teu ciclo, mas poderás ficar já com uma ideia.

14 dias após o início da tua última menstruação: esta é a data a ter em conta para calcular a data de nascimento do bebé, considerando que tens um período fértil como a maioria das mulheres (28 dias). A partir daqui, conta 266 dias e tens a data na qual o teu bebé deverá chegar aos teus braços! Se tiveres um ciclo menstrual mais irregular, acrescenta 280 dias à data de início da tua última menstruação. Em qualquer um dos casos, é sempre bom deixar as duas semanas anteriores e posteriores em mente, porque o teu bebé pode “ter pressa” ou, por outro lado, estar muito confortável na sua “primeira casa”.

Se não quiseres fazer contas, consulta aqui a nossa calculadora da gravidez!

Saúde e nutrição

Do lado de fora, a futura mamã tem de começar a preocupar-se com alguns aspectos da alimentação e suplementação já nas primeiras semanas de gravidez. Estando o teu bebé a trabalhar no seu tubo neural (na ectoderme, de que te falámos lá em cima), é crucial prevenir malformações relacionadas com o sistema nervoso. Para isso, o teu maior aliado será o ácido fólicoDeves assegurar que ingeres quantidades desta poderosa vitamina, mesmo que, para isso, tenhas de recorrer a suplementos. Se ainda não estás a ter acompanhamento médico, e não deves suplementar-te sem indicação de um profissional, aproveita para ir buscar ácido fólico aos alimentos!

São muitos os alimentos que te garantem um bom aporte desta vitamina. Dando um especial destaque aos flocos de trigo e arroz enriquecidos ou outros cereais suplementados, tens também muitos outros ingredientes com os quais poderás dar asas à imaginação na cozinha:

o feijão-frade cozido, os vegetais de folha verde escura, as lentilhas, os morangos, as ervilhas, o milho, a beterraba, a couve-de-bruxelas (és das que ama ou ou que odeia?), espargos… Enfim. Vá, inclui alguns – ou todos – na próxima lista de compras!

Ainda para garantir o normal desenvolvimento do sistema nervoso do teu novo amor e, futuramente, o psicomotor, além do ácido fólico, serás provavelmente aconselhada a tomar suplementos de iodo, na medida em que existem até recomendações da Direcção Geral de Saúde nesse sentido. Mas até ao aconselhamento médico, podes ir buscar este elemento a quase tudo o que vem do mar, às leguminosas e a alguns laticínios.

O meu corpo

Os enjoos, o cansaço, o peito dorido ou a pressão abdominal (dores no fundo da barriga) são perfeitamente normais numa quarta semana de gravidez. Dores no fundo da barriga. Além disso, poderás ter algum corrimento  (corrimento castanho) e/ou ligeiros sangramentos, porque a tua sementinha de células está a “lutar” por colar-se às paredes do teu útero e ficar lá pelos próximos meses. 

O meu dia-a-dia

Sabias que uma mulher pode ganhar até 14kg só com o processo natural de uma gravidez? Por isso, tem cuidado com a tua alimentação e vai praticando exercício físico! Um médico poderá aconselhar-te melhor sobre qual o tipo de treino é mais adequado para ti ou se podes continuar com o teu plano, caso já tenhas um.

E por falar em médico, apesar de o acompanhamento começar a ser feito entre a sexta e oitava semana, deves começar já a pensar na tua primeira consulta pré-natal! Fala com aquelas amigas que já foram mães, pede referências, lê sobre o assunto… Ainda falta para o Dia-Bebé, mas duas semanas passam num instante e marcar uma consulta nem sempre é fácil. Além disso, é importante que sintas empatia com o profissional que te vai acompanhar.

Dica extra: podes até tentar marcar mais do que uma primeira consulta com diferentes profissionais, para o caso de não sentires aquele feeling na primeira.

Caso ainda não tenhas conseguido reduzir ou largar o (nada) amigo cigarro, é mesmo importante que consideres fazê-lo já, nem que para isso procures ajuda profissional. Além disso, tenta escapar de locais com muito fumo. Ao evitares fumar passivamente, prevines quaisquer possíveis complicações no desenvolvimento do feto, cujo risco aumenta por frequentares lugares assim. Para ser mais fácil, pensa que ele/ela (ou eles, se for mais do que um) terá tempo para espalhar o seu charme nas discotecas, quando estiver cá fora!
Luciana Puzziello
Validado por:

Luciana Puzziello Ginecologista-Obstetra

Catarina Martins
Escrito por:

Catarina Martins Colaboradora da Dra. Cegonha

Carolina Mateus
Escrito por:

Carolina Mateus Colaboradora da Dra. Cegonha

Partilhar