fbpx
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR

Obrigado

Enviado com sucesso. O seu ebook vai a caminho

14ª Semana de Gravidez

O teu limãozinho já faz caretas e sorri! Mas, sobre ti, esta semana vamos falar do que é o melasma, de infecções urinárias na gravidez e da depressão pré-natal. Vamos também ajudar-te a saber o que fazer e não fazer no trabalho

Luciana Puzziello
Validado por:

Luciana Puzziello Ginecologista-Obstetra

Catarina Martins
Escrito por:

Catarina Martins Colaboradora da Dra. Cegonha

Carolina Mateus
Escrito por:

Carolina Mateus Colaboradora da Dra. Cegonha

O meu bebé

  • Idade de gestação 14 semanas

  • Idade Fetal 12 Semanas

  • Comprimento do embrião 8,5 cm (medida da cabeça
    até ao fundo das costas)

  • Gestação 98 dias

  • Peso do embrião 45g (aproximadamente)

  • Tamanho Limão

As semanas passam, o corpo do teu bebé começa a crescer mais rápido do que a sua cabeça e ele fica cada vez mais proporcional. Já consegue fazer caretas e sorrir, já tem (pseudo) sobrancelhas, cabelo e pêlo, já faz lentos movimentos com os olhos (apesar de estes ainda se manterem fechados) e já se mexe de uma maneira mais fluida e coordenada que até agora. A placenta já funciona a 100%, fazendo-lhe chegar os nutrientes e o oxigénio e eliminando o dióxido de carbono.

Saúde e nutrição

Por esta altura, e se fores das sortudas, os enjoos constantes já estão história do passado. Se até agora, andavas esquisita com aquilo que te apetecia comer, prepara-te para uma mudança de 180º. Vai-te apetecer comer tudo o que te aparece à frente. É verdade que o teu bebé conta contigo para comeres suficiente para ele ou ela continuarem a crescer tão rápida e saudavelmente. Mas, na semana 14, isto significa comeres cerca de 300 calorias extra (ou 680, se estiveres grávida de gémeos). Mas, quando fores ao supermercado, tenta que a maioria dos snacks que compras sejam saudáveis para que, quando te der a fome, não vás sempre pegar no pacote de bolachas ou na caixa de gelado (às vezes não faz mal mas shhh, não fomos nós que te dissemos isto). 

O meu corpo

Como sabes, as tuas hormonas andam a todo o gás durante a gravidez e uma das consequências muito comuns disso é o aparecimento de melasma. Portanto, se notares o aparecimento de manchas mais escuras na tua pele, aí está a razão. A melasma é inofensiva tanto para ti como para o teu bebé, por isso não te preocupes muito. Se não gostas de ver, podes sempre disfarçar com base (mas nunca sem ler a lista de ingredientes primeiro) e usar um protector solar para prevenir o aparecimento de mais manchas.

Infecções urinárias durante a gravidez são comuns, por isso não te esqueças de beber água regularmente e ir à casa de banho várias vezes ao dia.

Tens sentido desânimo, dificuldades de concentração, pouco interesse em actividades de que costumavas gostar e dificuldades em dormir? A gravidez é um processo muito intenso e hormonal e algumas mulheres acabam por sofrer com uma depressão pré-natal. É muito importante que fales com o teu médico ou médica sobre aquilo que estás a sentir e sobre como ultrapassar esta fase, porque uma depressão não tratada pode afectar o teu bebé. Fala também com o papá (ou mamã) do bebé, ou com a tua família e amigos, sobre aquilo por que estás a passar, lembra-te de que não estás sozinha e de que nada disto põe em causa o amor que sentes pelo teu pequeno limão.

O meu dia-a-dia

Sabes como, com o tempo, o nosso local de trabalho se torna mais nossa casa do que a nossa própria casa? Quer tenhas um full-time ou um part-time, quer trabalhes em frente a um computador ou passes grande parte do tempo a andar de um lado para o outro: a partir do momento em que estás grávida, vais ter de adaptar o teu ritmo e os teus hábitos de trabalho para que tudo continue a correr na tranquilidade.  

Estar 8 horas por dia sentada nem sempre é o mais confortável e, grávida ou não, com certeza já sentiste dores de costas ao final do dia ou o chamado tech neck: as dores de pescoço causadas pela posição em que nos sentamos em frente ao computador. E adivinhaste, durante a gravidez, estas dores e desconfortos tornam-se ainda mais dolorosas e desconfortáveis.

Por isso, levanta-te várias vezes ao longo do dia, vai alongando e vê se não há pelo teu escritório uma caixa que não esteja a ser usada onde possas ter os teus pés para diminuir o inchaço.

No que toca a PCs, não te preocupes com radiações: os níveis emitidos são muito baixos. Preocupa-te antes com a maneira como estás sentada. Já ouviste o termo “síndrome do túnel do carpo“? Este síndrome é muito comum em grávidas que trabalham com um computador, surge devido a movimentos repetitivos e pode ser bastante doloroso. Quando estiveres no trabalho, senta-te de maneira a que não tenhas de dobrar os pulsos para cima e faz uma pausa se começares a sentir desconforto ou dormência.

“Mas eu não trabalho em frente a um computador. Que cuidados tenho de ter, então?”, perguntas tu. E a nossa resposta depende do teu trabalho. Carregas cargas pesadas? Fala com o teu médico e percebe até que ponto podes fazer esforços. Trabalhas com químicos, gases ou outros agentes do género? Informa o teu médico ou médica sobre as substâncias com que lidas, pois algumas poderão ser perigosas para o bebé. Estás muito tempo de pé? Usa sapatos confortáveis e faz pausas para te sentares um bocadinho (de preferência com os pés elevados).

Outra questão que se põe é quando dar as notícias no trabalho. Informa a tua ou o teu chefe antes que a tua barriga deixe de ser impossível de disfarçar: tudo corre melhor quando se é honesto desde o início e assim pode tratar-se de todos os processos, como a licença de maternidade, os subsídios e outros direitos após o parto, com tempo.

ENERGIA PARA DAR E VENDER

Vá, “para dar e vender” é capaz de ser um exagero. Mas “suficiente para, pelo menos, fazer uma caminhada por dia” é perfeitamente legítimo. Se não tens pegado no fato-de-treino tanto quanto devias porque andavas demasiado cansada, aproveita o boost de energia que este segundo semestre trouxe consigo.
Luciana Puzziello
Validado por:

Luciana Puzziello Ginecologista-Obstetra

Catarina Martins
Escrito por:

Catarina Martins Colaboradora da Dra. Cegonha

Carolina Mateus
Escrito por:

Carolina Mateus Colaboradora da Dra. Cegonha

Partilhar