fbpx
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR

Obrigado

Enviado com sucesso. O teu ebook vai a caminho

Bebé com 2 meses

Vamos ajustar esses horários de amamentação, um bebe de 2 meses mama de quanto em quanto tempo? Vamos dar-te uma lista de tudo o que precisas para passear com o teu bebé e vamos ensinar-te a falar com ele e o que fazer para o entreter! Por último abordamos aquele rabinho irritado e as vacinas aos dois meses.

  • Peso (percentil 50) 5,1 kg

  • Altura (percentil 50) 57,1 cm

  • Perímetro Cefálico (percentil 50) 38 cm

  • Peso (percentil 50) 5,6 kg

  • Altura (percentil 50) 58,4 cm

  • Perímetro Cefálico (percentil 50) 38,9 cm

Fala comigo, mamã!

Como te dissemos anteriormente, o teu bebé já consegue ouvir plenamente. Por isso, se ainda não começaste a estimular a sua audição, o segundo mês é definitivamente a altura certa para o fazeres! Ainda é cedo para lhe tentar ensinar qualquer palavra, mas mesmo com 2 meses, o pequeno/a usa as suas orelhinhas para absorver muita, muita informação. Alguns hábitos que podes adoptar são:

  • Falar com o teu bebé. Tirando um ou outro barulho, um sorriso ou mesmo uma gargalhada, não vais receber grande resposta durante estas conversas. Mas o teu bebé vê-as como um momento íntimo que pode passar com a sua mamã, em que vocês fortalecem ainda mais a vossa ligação. Por isso, fala-lhe sempre que puderes.
  • Responde-lhe na sua linguagem. Sabes aqueles barulhinhos que não significam nada mas que ele/ela está sempre a fazer? Fá-los de volta! Assim, estarás a encorajá-lo/a continuar a comunicar e a deitar tudo cá para fora.
  • Põe música a dar enquanto ele/ela brinca. Se não souberes que música pôr, pesquisa “baby music” no Spotify e vais encontrar imensas playlists.
  • Lê-lhe livros. Se ele ou ela vai conseguir acompanhar as histórias…? Não. Mas mais uma vez, ouvir a tua voz fortifica a vossa relação. Mais, quando lemos livros temos mais atenção à nossa entoação e ritmo. Assim, começas a ensinar-lhe sobre estas coisas de pequenino/a!

Eu e o Meu Bebé

Tens ido passear com o teu bebé, como sugerimos no artigo dos 15 dias? Idealmente, a resposta é sim. Tu precisas de ar fresco, e o pequeno ser humano também. Mas se tens passado a maior parte do tempo em casa, nós percebemos. Ainda estás a adaptar-te à vida de mamã, e isso demora tempo! No entanto, pensa nisto, só precisas de três coisas para te pores a passear com o pequeno/a de vez em quando: de respirar fundo, de um carrinho ou porta-bebé e de uma mala bem equipada.

A primeira é fácil. Inspira, expira. Done? Boa! Agora, vai buscar o teu carrinho ou porta-bebé e coloca-o à entrada de casa. Mais um passo feito. E agora aquele que demora mais tempo: fazer a mala. Mas sem pânico, desde que tenhas uma lista completa daquilo que precisas, este último passo também não tem muito que se lhe diga. E estás com sorte, porque te trazemos uma:

  • Fraldas (2 por cada hora que vais estar fora de casa)
  • Toalhitas
  • Leite, caso não queiras/já não estejas a amamentar
  • Creme para o rabinho do bebé
  • Um pano para pores o bebé a arrotar
  • Uma almofada ou toalha para mudar fraldas
  • Uma roupinha extra
  • Comida para ti!

Desenvolvimento e Crescimento do Bebé

Olha bem para o teu bebé. Agora tenta lembrar-te do seu tamanho no dia em que o/a trouxeram para casa. Completamente diferente, não é? Os primeiros dois meses da vida de um bebé são um período de grande crescimento e por esta altura, isso torna-se mais do que claro. E se o pequeno/a se tornou mais redondinho, não te preocupes, com esta idade isso é normal. Afinal, até agora ele/ela ainda não se conseguia movimentar muito. Mas com a chegada do segundo mês, isso começa a mudar.

Com um mês, o teu bebé começava a descobrir o seu corpo e a mexer as suas mãos e pés, mas sem qualquer coordenação. Ao final do segundo, o bebé já deverá ser um pouco mais coordenado. Vê-lo/a levar a mão à boca ou a segurar um brinquedo, por exemplo, são sinais de que o bebé começa a perceber o que pode fazer com as suas mãozinhas.

Vais também notar que ele/ela ganhou alguma força. Primeiro, porque é possível que te dê um ou outro pontapé enquanto vai mexendo as pernas. Segundo, porque se o/a colocares de pé, segurando-o pelas mãos ou pelos braços, vais ver que ele/ela vai começar a dobrar e esticar as perninhas, como se se estivesse a preparar para saltar.

Alimentação e Sono do Bebé

Com 2 meses, é provável que o teu bebé peça leite com menos frequência: algures entre seis e oito vezes por dia. Mesmo que não sejas grande fã da amamentação, por agora, já deves lhe ter apanhado o jeito. Mas por esta altura, poderás andar de olhos num magnífico aparelho: uma bomba tira-leite.

Seja porque vais voltar ao trabalho, porque amamentar é demasiado doloroso ou simplesmente porque queres deixar os mocktails e voltar aos cocktails na rara “noitada” em que te aventuras (com aspas porque as tuas noitadas nunca serão as mesmas), uma bomba pode dar imenso jeito.

Se nunca usaste uma bomba tira-leite ou guardaste o teu leite em biberões para mais tarde, é normal teres algumas dúvidas. Este é o tipo de temas sobre os quais podes falar com o/a pediatra, mas algumas perguntas frequentes entre mamãs (e respectivas respostas) são:

“Durante quanto tempo posso guardar o leite?”

Depende de onde o guardares. Se o deixares à temperatura ambiente, não mais do que 6 horas. No frigorífico, pode durar até 5 dias. Se o congelares, pode durar até um ano.

“Que tipo de bomba devo usar?”

Podes escolher entre dois tipos de bomba tira-leite: manuais ou eléctricas. As primeiras são mais baratas, mas vais demorar mais tempo a tirar a quantidade de leite de que precisas; as segundas custam um pouco mais, mas são mais fáceis e rápidas de usar. No final, ambas funcionam, por isso escolher depende daquilo a que deres mais importância, o preço ou a facilidade/rapidez de uso.

“Posso comprar uma bomba em segunda mão?”

Poder, podes. Mas não aconselhamos. Tendo em conta o uso que é dado ao aparelho, não poderás ter a certeza de que este não terá bactérias da mamã que o utilizou antes de ti. Por isso, poupa um bocadinho mais durante este mês ou procura campanhas promocionais em farmácias ou lojas de bebé.

“Como devo fazer a transição da mama para o biberão?”

O teu bebé vai precisar de se habituar ao biberão, por isso a nossa sugestão é que vás devagar. Em vez de passares da maminha para a garrafa de um dia para o outro, vai intercalando os dois e, a pouco e pouco, reduzindo as vezes em que amamentas. Assim, é mais fácil tanto para o bebé como para ti.

No que toca ao seu soninho, com 2 meses, o teu bebé deverá dormir menos sestas e acordar menos vezes durante a noite. Aguenta, daqui a algumas semanas ele/ela já deve conseguir dormir uma noite inteira. Que bem que vos vai saber poder ressonar durante 8 horas seguidas!

Saúde do Bebé

Atchoo! Com dois meses, é comum os bebés começarem a espirrar com alguma frequência e a ter o nariz entupido de vez em quando. Isto tem uma simples explicação: as suas vias respiratórias ainda são mais sensíveis que aquelas de uma criança ou adulto. Apesar de este não ser sinal de nenhum problema grave de saúde, todos sabemos o quão chato se torna estar sempre a espirrar. Por isso, tenta facilitar a vida do pequeno/a:

  • Tenta manter a tua casa o mais limpa possível, limpando o pó frequentemente;
  • Se tiveres um amigo de quatro patas que perde muito pêlo, tentar varrer o chão sempre que notares o pêlo;
  • Garante que manténs o teu bebé hidratado com o teu leite ou a fórmula;
  • Compra um humidificador para o quarto do bebé.

Espirros são inofensivos, mas se o teu bebé também tosse continuamente, tem febre ou parece mais cansadinho/a do que o costume, está na altura de ir ao médico. O mais provável é ser uma infecção ou até mesmo uma simples gripe.

Aos 2 meses, o teu bebé terá de tomar duas vacinas, de nome algo… estranho: a vacina hexavalente DTPaHibVIPVHB e a vacina Pn13, contra infeções por Streptococcus pneumoniae. Em palavras que todas nós entendemos, estas são vacinas que protegem contra o tétano, a difteria, pneumonias e meningite.

Como aliviar o rabinho irritado?

Ser mãe pela primeira vez é uma experiência completamente nova em que aprendes coisas novas dia após dia. Mas há coisas de que ouvimos falar desde sempre no que toca a recém-nascidos, e os rabinhos irritados são uma delas. Se notares que o rabo do teu bebé está vermelho, faz uma visita à farmácia e pede um creme para irritações provocadas pelas fraldas.

Em princípio, ao fim de três ou quatro dias a irritação deverá ter desaparecido. Se isso não acontecer ou se notares pintinhas vermelhas no rabo do pequenino/a, poderás antes estar a lidar com fungos. Volta à farmácia e pergunta que creme deverás usar nesse caso!

Catarina Martins
Escrito por:

Catarina Martins Colaboradora da Dra. Cegonha

Carolina Mateus
Escrito por:

Carolina Mateus Colaboradora da Dra. Cegonha

Carlos Daniel Santos
Validado por:

Carlos Daniel Santos Mestre em Medicina, Licenciado em Saúde Ambiental e em Radiologia e investigador na área de Saúde da Mulher

Partilhar