fbpx
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR

Obrigado

Enviado com sucesso. O seu ebook vai a caminho

Bebé com 1 mês

Já passou um mesinho desse teu milagre! Descobre connosco quanto tempo mama, os ml que deve beber, a importância de beber água e qual o peso ideal para um mês! Vamos também aprender a interpretar o que ele/a te pede e faz, falar de cólicas e horas de sono.

  • Peso (percentil 50) 4,2 kg

  • Altura (percentil 50) 53,7 cm

  • Perímetro Cefálico (percentil 50) 36,4 cm

  • Peso (percentil 50) 4,5 kg

  • Altura (percentil 50) 54,7 cm

  • Perímetro Cefálico (percentil 50) 37,1 cm

És tu, mamã!

O primeiro mês do teu filho/a vem com uma novidade que te vai pôr uma lágrima no canto do olho… ela/ela já te reconhece! A ti e ao papá ou mamã. E possivelmente, os avós e outros familiares próximos. A sua visão tem vindo a desenvolver-se bastante durante estas quatro semanas e, ao fim de tanto tempo passado contigo, o bebé começa a memorizar o teu rosto. Ainda não consegue falar, mas cada vez que olha para ti e abre bem os olhinhos, podes apostar que o pequeno/a está a dizer “Olá, mamã!” por dentro!

Mas há mais: a sua audição também melhorou muito desde que nasceu e, pela quarta semana, está completamente desenvolvida. Isto significa que o pequeno/a deverá reagir a sons que aconteçam à sua volta e que, se tal não for o caso, deverás contactar o/a pediatra. Mas ainda mais entusiasmante: o pequeno/a reconhece a tua voz. É por isso parece tão interessado naquilo que tens a dizer quando falas directamente para ele/ela, ou até que se vira para ti quando ouve a tua voz.

Eu e o Meu Bebé

O bebé já tem um mês e o mais provável é que tanto tu como o papá/mamã se sintam muito mais confortáveis nisto de tomar conta de um novo ser humano. Vês, nós bem dissemos que lhe iam apanhar o jeito!

Algo que devem conseguir interpretar mais facilmente agora do que há umas semanas atrás é o significado de cada choro. Se ainda estão meio perdidos em relação às birras, não desesperem! O segredo está em procurar as pistas que o bebé vos dá. Acreditem, elas estão lá!

  • Se o bebé tenta alcançar as tuas maminhas enquanto chora, ou finge estar a chuchar em algo, está a querer dizer “Tenho fome!”;
  • Se está a chorar mais alto e intensamente que o costume durante 3 ou mais horas, pode ser sinal de que está com cólicas;
  • Se chora, esboçeja e esfrega os olhinhos, é porque está cansado/a;
  • Se chora e levanta as perninhas, é possível que se sinta desconfortável por causa de gases.

Também é possível que o pequeno/a queira simplesmente deitar as suas emoções cá para fora (quem nunca?) e por isso decida chorar durante um bocadinho. Se tentaste dar-lhe leite, pô-lo na cama ou aliviar cólicas e nada resultou, não há muito que possas fazer a não ser esperar pacientemente pelo fim das lágrimas.

Desenvolvimento e Crescimento do Bebé

Quantas vezes já viste o teu bebé a movimentar as suas mãozinhas e a dar uma ou outra palmadinha acidental a si mesmo? O mais provável é que soltes uma gargalhada cada vez que isto acontece. Mas para além de engraçado, isto é um ótimo sinal no que toca ao desenvolvimento do bebé! Ele ou ela está a começar a descobrir o seu próprio corpo. Por agora, ainda não tem qualquer coordenação. Nem sequer sabe o que pode fazer com as suas mãos (daí, as auto-palmadas acidentais). Mas espera um ou dois meses e vais ver quanto ele ou ela já aprendeu sobre as diferentes partes do seu corpo!

Pelo seu primeiro mês, o bebé deve estar a crescer a um bom ritmo. Esta é uma boa altura para o pequeno/a ser medido pelo/a pediatra, para que o médico/a possa comparar o seu peso e altura com a média, e garantir que está tudo dentro do normal.

Alimentação e Sono do Bebé

Por esta altura, o teu bebé deverá beber leite 8 a 12 vezes por dia. No que toca a quantidades, não te preocupes demasiado. Desde que amamentes o bebé e que ele ou ela esteja a crescer como esperado, está tudo bem. Caso uses fórmula, é mais fácil controlar as quantidades e o mais provável é que o pequeno/a consuma um biberão a cada 4 horas.

E já que estamos no tópico da alimentação, vamos falar de água. Como sabes o quão importante é para todos os seres humanos beber uma quantidade suficiente de água, podes sentir-te tentada a dar alguma ao teu bebé. No entanto, não precisas de o fazer, nem vais precisar durante uns bons meses. O teu leite ou a fórmula têm tudo aquilo de que o pequeno precisa por agora!

Com a chegada do primeiro mês, podes notar que as horas de sono do teu bebé começam a diminuir. Mesmo assim ele/ela ainda passa mais de metade do seu dia a fazer ó-ó: normalmente entre 15 e 17 horas. E já que estamos a falar de ó-ó, não desesperes se o teu pequenito/a ainda não tiver um horário nocturno bem definido. Sim, no artigo anterior sugerimos que tentasses começar a estabelecer uma rotina, mas já sabes que lidar com um bebé nos seus primeiros meses de vida requer muita paciência.

Em vez de te focares na quantidade de horas que o bebé não te deixa dormir em paz, aproveita cada momento em que ele/ela está no mundo dos sonhos para descansares ou simplesmente passares tempo com o teu parceiro ou parceira. 

Saúde do Bebé

Lá em cima falámos sobre o choro das cólicas e infelizmente, por esta altura, este é um choro que deverás começar a ouvir frequentemente. Ver o teu bebé tão desconfortável parte-te o coração, nós sabemos, mas a boa notícia é que há maneiras de aliviares as malditas cólicas:

  • Embala o bebé, ou no teu colo ou no carrinho de bebé. Em caso de desespero, podes até levá-lo/a num passeio de carro. O importante é haver algum movimento, porque é isso que relaxa o pequeno/a.
  • Põe uma garrafa de água quente na barriguinha do bebé.
  • Vai para o teu quarto com o bebé, apaga as luzes e põe música clássica.
  • Dá-lhe uma massagem. Lembra-te de ser gentil, o teu bebé ainda é pequenino e frágil!

“E quando me devo preocupar a sério com as cólicas?”

Esta é uma pergunta válida: apesar de a grande maioria dos recém-nascidos passarem por esta fase chata, há sintomas que podem ser sinal de algo mais sério. Por isso, liga ao teu médico ou médica se o teu bebé se recusar a beber leite, se ele ou ela vomitar ou tiver sangue no cocó, ou se tiver mais de 38ºC de febre.

Barriguinha para baixo

Quando deitas o teu bebé, põe-lo/a automaticamente de barriga para cima? É perfeitamente normal a tua resposta ser sim; afinal, que nova mamã nunca ouviu dizer que essa é a posição mais segura para um recém-nascido? No entanto, não há mal nenhum em variar um bocadinho, desde que fiques atenta ao bebé.

A nossa sugestão: quando for para dormir, fica pela barriga para cima. Mas durante o dia, quando estiveres a passar tempo com o pequeno/a, experimenta virá-lo/a. Isto vai ajudar o bebé a praticar movimentos como levantar e virar a cabeça de um lado para o outro.

Catarina Martins
Escrito por:

Catarina Martins Colaboradora da Dra. Cegonha

Carolina Mateus
Escrito por:

Carolina Mateus Colaboradora da Dra. Cegonha

Carlos Daniel Santos
Validado por:

Carlos Daniel Santos Mestre em Medicina, Licenciado em Saúde Ambiental e em Radiologia e investigador na área de Saúde da Mulher

Partilhar