fbpx
Filipa Lopes
Escrito por:

Filipa Lopes Blogger @ Nomes & Mais Nomes

Novos Nomes Populares – Rapazes e Meninas

Durante as últimas duas décadas, os portugueses que tanto se queixaram dos nomes dos anos 80 foram aos arquivos históricos e resgataram os nomes dos antepassados, procurando restituir uma espécie de dignidade que achavam perdida.

Nomes longos, respeitáveis, de preferência aristocráticos, com peso histórico, como Afonso e Leonor, Martim e Matilde, Rodrigo e Beatriz, passaram a fazer parte dos berçários, ocupando os lugares cimeiros dos rankings de nomes mais registados no país. O cenário ainda hoje se mantém, mas já se começa a assistir a uma mudança nas preferências dos portugueses. As novas tendências nos nomes para meninas são Alice, Benedita, Francisca e Clara. Nos nomes de meninos, assiste-se ao aumento de número de registos de Francisco, Lourenço, Vicente e Salvador.  A única dúvida que se coloca é saber se algum destes nomes conseguirá destronar os clássicos João e Maria, que foram os nomes mais escolhidos pelos portugueses ao longo de 2018!

Letras preferidas? Talvez a letra M…

Se está neste momento à procura do nome perfeito para o seu bebé, é muito possível que goste de um nome começado pela letra M – afinal, esta parece ser uma das letras prediletas dos pais portugueses nos últimos anos. Ora vejamos: nos nomes de meninas, as hipóteses passam pelo clássico dos clássicos Maria e pelo popularíssimo Matilde. Mariana, Marta e Mafalda são clássicos contemporâneos que os portugueses continuam a adorar, Margarida e Madalena têm doçura e delicadeza e os curtinhos Mel e Mia são muito apelativos para quem procura um nome moderno.

Se a sua atenção está virada para os nomes de rapazes, já poderá ter pensado no intemporal Manuel, ou em Martim, que tem sido uma escolha muito frequente dos portugueses. Miguel também está sempre em alta e, se procura nomes de meninos tradicionais em Portugal, mas com uma sonoridade mais moderna, já deve ter considerado Mateus e Matias.

A letra M abre portas a nomes muito bonitos e vai ao encontro de um critério muitas vezes mencionado pelos pais, que se lembram muito bem dos seus tempos de escola e não querem nomes do princípio, nem do fim do alfabeto!