fbpx
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR

Obrigado

Enviado com sucesso. O seu ebook vai a caminho

Íris Seixas
Escrito por:

Iris Seixas Psicopedagoga, Colaboradora do Banco do bebé

Cuidados ao Bebé: As necessidades básicas inatas

Felizmente já lá vai o tempo em que se acreditava que o bebé apenas precisava de comida e de mudar a fralda para crescer.

Todas as investigações que têm vindo a ser feitas no sentido de perceber melhor o desenvolvimento dos bebés e quais as suas principais necessidades coincidem na certeza de que desde muito cedo o bebé depende também de interação e afecto, para além do resto, para se desenvolver de forma saudável.

Hoje gostaria de abordar 4 necessidades básicas que são inatas nos bebés e tendo em conta a forma como a natureza, de uma forma geral é sábia, num contexto normal e saudável, os pais ou principais cuidadores estão à partida “pré-programados” para responder a estas necessidades.

Proximidade com o bebé

A necessidade de obter Proximidade é inata num bebé, pois é a única forma que ele tem de garantir a sua segurança. Ele consegue esta proximidade através do sorriso ou do choro, mas também pela sua capacidade de reconhecer as principais figuras de referência pela voz e cheiro. É para manter a proximidade que o bebé começa por sorrir para ganhar a empatia dos adultos, mas chora quando há algo que o incomoda ou quando os adultos que cuidam dele estão “ausentes” há muito tempo. É por isso que no senso comum dizemos que muito facilmente se habitua ao colo e adquire aquilo a que chamamos “manha”. Mas na verdade ele só está a usar os mecanismos de que dispõe à nascença de manter próximas as pessoas que o podem manter em segurança.

Protecção

Protecção ao bebé

Outra grande necessidade, que vem na sequência da anterior, é a de Protecção, que à partida assumimos em relação aos grandes riscos como no caso dos abusos, negligências, acidentes, mas sobre os quais os bebés não têm ainda noção, pelo que para eles a necessidade de proteção pode ser tão simples como ter que reagir face a uma pessoa desconhecida, ou ao receio de um barulho forte, por sentir-se desconfortável num ambiente que lhe é estranho, ou o facto de estar distante das pessoas que são familiares e protetoras.

Previsibilidade

O bebé precisa de Previsibilidade

A Previsibilidade é outra das necessidades fundamentais para um bebé, a qual é conquistada pelos cuidados responsivos e adequados por parte dos cuidadores, que por sua vez geram confiança no bebé. Essa confiança permite ao bebé ligar-se a alguém, sentir-se seguro e brincar. Um bebé/criança quando se sente seguro explora o meio que o rodeia e brinca. O mesmo não acontece quando não conhece o espaço, quando se sente ameaçado. São os adultos cuidadores, em quem o bebé confia, que ao estabelecerem vínculos de proximidade e proteção possibilitam que a criança saiba com o que pode contar em caso de perigo. Ele sabe que se os pais estão confiantes e tranquilos, também ele pode estar e desta forma livre para brincar.

Brincadeira

Jogos e Brincadeiras para o Bebé

Assim chegamos à última necessidade básica que nos parece importante realçar na sequência das anteriores, a Brincadeira. A capacidade de brincar é inata e fundamental num bebé, porém, para que a mesma se desenvolva é necessário que todas as necessidades anteriores estejam completas. É através da brincadeira que o bebé aprende e desenvolve as primeiras competências, mas numa fase precoce, em que o bebé não brinca sozinho, necessita da interação com os cuidadores para ganhar essas competências. Jogos e brincadeira estimulam o bebé, favorecem o desenvolvimento de sinapses que são fundamentais à aquisição de competências. Não menos importante é o facto de que a interação promovida em momentos de brincadeira favorece a vinculação segura, bem como o desenvolvimento de hormonas benéficas para todos os que estão implicados nestes momentos.

Assim podemos entender que as necessidades básicas do bebé, mesmo sendo recém-nascido, não se limitam à alimentação e à higiene. Ele vai sempre precisar de quem cuide dele numa diversidade muito grande de cuidados que se complementam entre si.

Partilhar