fbpx
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR

Obrigado

Enviado com sucesso. O seu ebook vai a caminho

Carlos Daniel Santos
Escrito por:

Carlos Daniel Santos Mestre em Medicina, Licenciado em Saúde Ambiental e em Radiologia e investigador na área de Saúde da Mulher

Dentes do bebé: tudo o que precisas de saber

O nascimento dos dentes do bebé é um marco importante no desenvolvimento da própria criança. Ao longo dos primeiros meses de vida do bebé, poderão surgir alguns sinais e sintomas que os pais devem ter em atenção, de modo a garantir o maior conforto possível aos filhos.

Os dentes são muito importantes para a mastigação e digestão de alimentos mais duros. No entanto, no caso dos bebés, este tipo de alimentação só se inicia por volta dos seis meses de vida (com a introdução de sopas e frutas), sendo que até essa altura, é normal não haver qualquer dente visível na boca do bebé.

É normal o dente do bebé demorar a nascer?

Sim, é normal. Habitualmente o primeiro dente do bebé rompe por volta do sexto mês de vida, mas não te preocupes se tal não acontecer, pois é perfeitamente normal que em alguns bebés, a dentição apareça após o sexto mês e até ao décimo segundo mês de vida. Esta situação não irá trazer qualquer problema para a mastigação ou digestão dos alimentos, pois apesar de os dentes ajudarem neste processo, os alimentos que o bebé come nesta altura da vida são líquidos, pastosos ou grumosos, sendo que o próprio movimento de mastigar, mesmo que apenas com as gengivas, poderá ser o suficiente para garantir uma apropriada mastigação e digestão.

Qual é a ordem com que nascem os dentes do bebé?

A chamada dentição primária, ou os “dentes de leite”, está normalmente inclusa nas gengivas do bebé e com o passar do tempo vão surgindo os vários tipos de dentes do bebé, de acordo com uma ordem mais ou menos especifica, mas que por vezes pode fugir à regra. Mais uma vez, não te assustes se primeiro nascer um canino e depois um molar, pois em alguns bebés isto pode acontecer, sem que isso tenha algum tipo de consequência para a saúde.

Aqui podes consultar a sequência do aparecimento mais comum da dentição primária do teu bebé:

Quais são os sinais e sintomas que revelam que os dentes do bebé estão a nascer?

Cada bebé poderá manifestar diferentes sinais e sintomas, consoante os dentes que estão a nascer. No entanto, existem situações que são mais usuais, como por exemplo:

  • Irritabilidade
  • Agitação
  • Choro
  • Diminuição da vontade de comer
  • Bochecha avermelhada ou ligeiramente inchada
  • Aumento da “baba”
  • Cansaço ligeiro
  • Maior procura de contacto físico /conforto
  • Temperatura um pouco mais alta do que o normal
  • Distúrbios gastrointestinais (o bebé pode ter pequenas diarreias)

É importante perceber se o bebé apresenta febre (acima de 38ºC) e diarreia várias vezes ao dia, ou por vários dias. Se isto acontecer, o rompimento do dente poderá estar a mascarar uma infeção gastrointestinal e aí deves procurar aconselhamento médico.

O que fazer quando os dentes do bebé estão a nascer?

Os pais podem fazer uma inspeção algumas vezes por semana, para verificar o aparecimento de dentes nas gengivas. Caso sejam observados pequenos pontos esbranquiçados na gengiva e/ou zonas da gengiva ligeiramente mais vermelhas, pode significar que em breve irá romper um dente no bebé.

Dependendo dos sinais e sintomas de cada bebé, os pais podem adotar algumas técnicas que podem a ambos a ultrapassar melhor esta fase:

  • Oferecer um ambiente calmo e tranquilo, e se for preciso, algum contacto físico, para que o bebé permaneça mais tempo nesse estado de espírito;
  • Massagem suave da gengiva com luvas de silicone ou com objetos rombos, frios e relativamente moles (mordedores);
  • Manter o bebé protegido do excesso de baba, com um babete ou uma fralda junto ao peito/queixo. Com isto, o bebé irá sentir-se mais confortável;
  • Caso o bebé tenha diarreia, podem ser usados cremes hidratantes para prevenir assaduras;
  • Oferecer uma maior quantidade de água, de modo a que o bebé se mantenha bem hidratado. É de apontar que, a água ligeiramente fria ajuda a acalmar a dor que o bebé possa estar a sentir.

Como escovar os dentes do bebé?

A partir do momento em que aparece o primeiro dente do bebé, os pais devem comprar uma escova de dentes adequada para a idade do bebé e fazer a lavagem do dente, ou dos dentes, com pasta dentífrica com 1000 ppm de flúor (confirmar sempre na embalagem da pasta de dentes a referência à quantidade de flúor), pelo menos duas vezes por dia.

A partir dos vinte e quatro meses, os pais podem comprar a pasta dentífrica com uma quantidade de flúor entre os 1000 e os 1450ppm. Em vez de serem os pais a fazer a escovagem, podem começar a ensinar a criança, observando-a fazer a lavagem dos dentes nas primeiras tentativas, pelo menos duas vezes por dia.

Partilhar