fbpx
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR
NOME
E-MAIL
SEMANA DE GRAVIDEZ
X FECHAR

Obrigado

Enviado com sucesso. O seu ebook vai a caminho

Joana Nunes
Escrito por:

Joana Nunes Pediatria Médica, membro da Sociedade Portuguesa de Pediatria

Cuidados a ter com o bebé na praia

Bebé na praia? O que saber sobre a exposição solar em idade pediátrica

A exposição solar é fundamental para o ser humano, apresentando inúmeros benefícios, nomeadamente ao nível da produção de vitamina D e humor. No entanto, os riscos inerentes à sua exposição desprotegida são bem conhecidos, aumentando significativamente o risco de queimaduras solares e desenvolvimento de cancro da pele.

Se pretende estar com o seu bebé na praia, saiba que em idade pediátrica os cuidados devem ser redobrados, dada a maior sensibilidade da pele das crianças. É de ter em atenção que, existe uma relação entre o desenvolvimento de cancro de pele em idade adulta e os antecedentes de queimaduras solares na infância.

Desta forma, e para que possa desfrutar de forma segura de um dia com o seu bebé na praia, pretendemos esclarecer os cuidados a adotar em relação à exposição solar nestas faixas etárias. Importa não esquecer que estas medidas devem ser estendidas à prática de desporto e atividades ao ar livre, nas quais a exposição ao sol não é desvalorizada.

Bebé na praia com idade inferior a 6 meses

Estar com o bebé na praia, com uma idade inferior a 6 meses, não é recomendada. Nesta faixa etária e independentemente dos cuidados adotados, as idas à praia estão contraindicadas. É importante relembrar que a radiação solar é capaz de refletir nas superfícies, nomeadamente na água e areia, pelo que se torna impossível a completa proteção do bebé à radiação ultravioleta. Além disso, nesta faixa etária, o uso de protetores solares deve ser evitado.

Porém, isto não significa que os passeios no exterior com o seu bebé estejam contraindicados. Contudo, quando o fizer, opte por evitar as horas de maior exposição solar e calor, procurando protegê-lo ao máximo do sol.

Bebé na praia com idade compreendida entre os 6 e 12 meses

Embora algumas recomendações não sejam tão restritas como em relação ao grupo anterior, nesta faixa etária, as contraindicações em relação à exposição solar direta e ida à praia mantém-se.

Bebé na praia com idade superior a 12 meses

As idas à praia devem ser iniciadas após os 12 meses de idade. No entanto, e para garantir a máxima proteção das crianças, algumas medidas devem ser adotadas.

Em primeiro lugar, e à semelhança do que é aconselhado pela Direção Geral da Saúde (DGS), a exposição solar deve ser evitada entre as 11h e as 17h, dado constituir um período de maior risco.

Quando expostas ao sol, para além do uso de protetor solar, estas crianças deverão utilizar roupas largas, leves e frescas, evitando a exposição solar direta da pele. Assim, deverá ser utilizado um chapéu com abas (visando uma maior área de proteção), vestiário (por exemplo, uma t-shirt e calções) e, idealmente, óculos de sol com proteção contra os raios ultravioleta (UVA e UVB). Além disso, o uso de sombras é também aconselhado. O uso de protetor solar é obrigatório, devendo a primeira aplicação ser realizada ainda antes do início de exposição solar (cerca de 30 minutos antes). Posteriormente, este deverá ser reaplicado em intervalos de duas horas ou após qualquer ida ao mar ou piscina. É importante sublinhar que o mesmo deve ser aplicado em todas as áreas expostas ao sol, não esquecendo a região dos pés, pescoço e orelhas, e também em dias de nevoeiro. Dada a reflexão da radiação solar nas superfícies, o uso de protetor é também obrigatório quando a criança se encontra parcialmente protegida por uma sombra.

Protetor solar: qual escolher para o meu bebé na praia?

Existem dois tipos de protetores solares, também denominados, por filtros:

  • Filtros físicos, inorgânicos ou minerais, os quais atuam através da reflexão da radiação solar incidente. Estes são considerados mais eficazes e, como tal, são os recomendados em crianças até aos 2-3 anos de idade. Como principais desvantagens, apresentam o facto de serem opacos e difíceis de aplicar.
  • Filtros químicos ou orgânicos, os quais atuam através da absorção da radiação ultravioleta em determinados limites do comprimento de onda do espetro luminoso, podendo com base nisso ser classificados em anti-UVA e/ou anti-UVB. Como vantagem, apresentam o facto de serem de mais fácil aplicação.  Estes filtros podem ser considerados a partir dos 2-3 anos de idade. No entanto, é imperativo optar por um filtro com índice de proteção elevada, nomeadamente 50+.

Em casos particulares, nomeadamente perante crianças com antecedentes de dermatite atópica, o seu médico assistente poderá optar por manter o uso de filtros físicos.

Vou levar o meu bebé à praia/piscina. O que devo que ter na mala?

Antes de qualquer ida à praia/ piscina, o material que leva na mala deverá ser preparado e revisto para garantir que nada falta.

Assim, deverá assegurar que leva o protetor solar adequado à faixa etária da criança, de forma a permitir a sua renovação. Para além do chapéu, vestiário e óculos de sol (os quais a criança já deverá levar colocados), aconselha-se a levar um vestiário completo adicional, caso tal seja necessário.

Dada a maior exposição ao calor, e de forma a evitar a desidratação, a ingestão de líquidos deverá ser aumentada. Assim, deverá ser garantido o transporte de água e alimentos adequados, tais como fruta e legumes, bem como outros alimentos/refeições que a criança esteja habituada a ingerir, se possível o mais simples possíveis. Para o seu transporte, opte por levar uma mala térmica.

Por fim, não deve ser esquecido que o afogamento é uma causa importante de morte em idade pediátrica. Assim, para além da vigilância obrigatória por parte de um adulto responsável, deverá também ser garantido o uso de braçadeiras e coletes salva-vidas adequados ao peso da criança e de acordo com as normas de segurança exigidas. Assim, a sua presença na mala deverá também ser revista.

A que praia devo levar o meu bebé?

Deverá garantir que a praia escolhida é uma praia vigiada e com bandeira verde, com um mar com águas tranquilas, pouco profundas e translúcidas.

Partilhar